A physalis é uma fruta conhecida, também, como camapum e joá-de-capote em algumas regiões brasileiras, pertence ao gênero Physalis angulata, da família das Solanáceas e originária da Amazônia e dos Andes.

benefícios

  • Potente ação antioxidante.
  • Auxilia na ação anti-inflamatória.
  • Contribui para a redução do estresse oxidativo.
  • Auxilia na atividade anticancerígena.

fisalina

a fisalina é um tipo de fitoesteroide que auxilia no bloqueio da transmissão neuronal do sinal de dor devido à inibição de nociceptores ao nível supraespinhoso, e não ao nível periférico, considerada um composto com efeito antinociceptivo.

nutrientes

Betacaroteno
Saponinas
Flavonoides
Vitamina E
Vitamina C
Rutina

sabor da fruta!

A physalis é uma fruta que apresenta um sabor levemente ácido, por isso, é indicada e utilizada nas regiões onde é consumida com maior frequência para substituir o limão e o tomate em alguns molhos e saladas, variando nas receitas.

informação nutricional

physalis2_tabela_limao cópia 18

como consumir

In natura | Sucos | Receitas culinárias

tipos mais comuns

Physalis
angulata

Physalis
pubenscens

Physalis
peruviana

physalis & nutrição

A atividade anti-inflamatória dos compostos nutricionais presentes na physalis ocorre por conta das propriedades antioxidantes desses extratos, que resultam na proteção cerebral, assim, diminuindo os níveis de óxido nítrico e glutationa, bem como auxiliando na proteção hepática em razão do aumento da atividade das enzimas antioxidantes, como a superóxido dismutase, catalase e glutationa peroxidase.

compartilhe esse conteúdo #DoBem com seus pacientes

referências

Moneim, A. E. A. et al. The protective effect of Physalis peruviana L. against cadmium-induced neurotoxicity in rats. Biological Trace Element Research, v. 160, n. 3, p. 392- 399, 2014.
UNIVERSIDADE FEDERAL DE SÃO PAULO. Tabela de Composição Química dos Alimentos. Disponível em: < http://tabnut.dis.epm.br/index.php/alimento/09138/physalis-peruviana-crua >. Acesso em: 09 ago. 2017.
ALMANHAC. Disponível em: <https://almanhac.com/2016/11/13/a-physalis-posa-de-fina-mas-tem-um-passado-popular/>. Acesso em: 25 set. 2017.LIMA, M. S. et al. Antinociceptive Properties of Physalins from Physalis angulata. Journal of Natural Products, v. 77, n. 11, p. 2397-2403, 2014.FISCHER, G.; ALMANZA-MERCHÁN, P. J.; MIRANDA, D. Importancia y cultivo de la Uchuva (Physalis peruviana L.). Revista Brasileira de Fruticultura, v. 36, n. 1, p. 1-15, 2014.Revista Globo Rural. Disponível em: <http://revistagloborural.globo.com/GloboRural/0,6993,EEC1711098-4529,00.html>. Acesseo em: 04 out. 2017.