O cacau (Theobroma cacao L.) e seus subprodutos são amplamente consumidos em todo o mundo, desde a Antiguidade. Possuem excelente aceitação, devido ao sabor diferenciado e aroma marcante. Além disso, são destaque no campo científico, em razão de suas propriedades nutricionais.

benefícios

  • Função antioxidante.
  • Redução da fadiga mental.
  • Melhora da circulação sanguínea.
  • Fotoproteção endógena.

epicatequinas

possuem a capacidade de atuarem diretamente sobre o cérebro, levando potencialmente à melhora cognitiva. Além disso, exercem várias ações neuroprotetoras, protegendo os neurônios contra os danos induzidos pelas neurotoxinas, reduzindo a neuroinflamação e melhorando a memória, o aprendizado e a função cognitiva.

nutrientes

Catequinas
Flavonoides
Magnésio
Cobre
Triptofano

dia do cacau!

No dia 26 de março, comemora-se o Dia do Cacau. Existem mais de 16 espécies de cacau, sendo no Brasil as duas mais comuns: a Theobroma cacao L (criollo venezuelano) e a Theobroma leiocarpun, chamado popularmente de cacau forasteiro ou cacau roxo. O cacau roxo se subdivide em quatro variedades: Comum, Pará, Maranhão e Catongo!

informação nutricional

tabela_nutripedia_dobem_e4_tabela_limao cópia 2

como consumir

Pó | Nibs | Em receitas culinárias | Vitaminas

tipos mais comuns

Cacau
Theobroma cacao L

Cacau Roxo
Theobroma leiocarpum

cacau & nutrição

Os flavonoides do cacau mostram potente ação na redução da fadiga mental, diminuição significativa de rugosidade e descamação da superfície da pele, melhora da circulação sanguínea dérmica e fotoproteção endógena. Aliado a isto, o cacau por ser fonte de triptofano tem-se associado à melhora do humor e na redução dos sintomas de ansiedade e da depressão.

compartilhe esse conteúdo #DoBem com seus pacientes

referências

FRANCO, R.; OÑATIBIA-ASTIBIA, A.; MARTÍNEZ-PINILLA, E. Health benefits of methylxanthines in cacao and chocolate. Nutrients., Basel, v. 5, n. 10, p. 4159-4173, 2013.
NEHLIG, A. The neuroprotective effects of cocoa flavanol and its influence on cognitive performance. Br J Clin Pharmacol., London, v. 75, n. 3, p. 716-727, 2013.
SCAPAGNINI, G. et al. Cocoa bioactive compounds: significance and potential for the maintenance of skin health. Nutrients., Basel, v. 6, n. 8, p. 3202-3213, 2014.
GREENBERG, J. A. et al. Epicatechin, procyanidins, cocoa, and appetite: a randomized controlled trial. Am J Clin Nutr., Bethesda, v. 104, n. 3, p. 613-609, 2016.
http://www.neomondo.org.br/editoriais/cultura/seis-curiosidades-sobre-o-cacau/
UNIVERSIDADE FEDERAL DE SÃO PAULO. Tabela de Composição Química dos Alimentos. Disponível em: <http://tabnut.dis.epm.br/index.php/alimento/09132/uva-rosa-ou-verdetipo-italia-crua>. Acesso em:  30 jan. 2017.
NEHLIG, A. The neuroprotective effects of cocoa flavanol and its influence on cognitive performance. Br J Clin Pharmacol., London, v. 75, n. 3, p. 716-727, 2013.