Amplamente produzida e consumida, a uva pertence ao gênero Vitis e sua presença é maciça, sobretudo, na América do Norte, Europa e Ásia. A espécie V. vinifera, por sua vez, é aquela mais utilizada na vinicultura, ciência que estuda a produção da uva.

A uva foi introduzida no Brasil por imigrantes italianos, particularmente, na região Sul do país. Considerada uma das espécies de plantas mais cultivadas no mundo, atualmente, a uva está distribuída por todos os continentes, em razão de seu valor econômico e terapêutico. Compostos polifenóis presentes em altas concentrações na fruta e em seus derivados têm-se associado à proteção cardiometabólica e vascular.

Especificamente, o suco de uva é tido como excelente fonte de polifenóis e sua ingestão regular tem obtido efeitos positivos na vasodilatação e redução da inflamação em pacientes com doenças coronarianas. As catequinas, compostos da mesma classe dos polifenóis, são encontradas nas uvas roxas e podem contribuir para a redução de certos tipos de câncer e no controle do colesterol sérico, além de fortalecer e estimular o sistema imune. Já as antocianinas, grupo de pigmentos naturais com estruturas fenólicas diferentes, são componentes presentes em muitas frutas vermelhas e também na casca das uvas escuras. Sua principal função é prevenir ou retardar o aparecimento de múltiplas doenças.

Em estudo randomizado duplo-cego de Haskell-Ramsay et al. (2017), os autores examinaram os efeitos cognitivos no humor de jovens adultos saudáveis (n=20) após ingerirem uma dose de 230ml de suco de uva roxa comercialmente disponível. Os resultados demonstraram que o consumo agudo do suco melhorou aspectos relacionados com a performance cognitiva e de humor nos indivíduos, em comparação ao grupo placebo. A ingestão do suco aumentou a velocidade geral em tarefas de atenção e a calma. Em revisão de Rasines-Perea e Teissedre (2017), os autores avaliaram o consumo de compostos polifenólicos da uva e seus potenciais benefícios no tratamento de doenças cardiovasculares e diabetes. De acordo com os resultados, as uvas podem exercer efeitos positivos no perfil lipídico, na redução da inflamação e no controle da pressão arterial.

O suco de uva integral do bem™ é formulado à base de frutas 100% naturais e espremidas sem adição de açúcares e conservantes. Rico em fitoquímicos, como polifenóis e catequinas, associa a praticidade do consumo com os benefícios comprovados que a uva fornece para sua saúde.

REFERÊNCIAS

HASKELL-RAMSAY, C.F. et al. Cognitive and mood improvements following acute supplementation with purple grape juice in healthy young adults. European journal of nutrition, v. 56, n. 8, p. 2621-31. 2017.

PEREIRA, R.J. et al. Metabólitos secundários vegetais e benefícios antioxidantes. Journal of Biotechnology and Biodiversity, v. 3, n. 4, p. 146-152, nov. 2012.

RASINES-PEREA, Z.; TEISSEDRE, P.L. Grape polyphenols’ effects in human cardiovascular diseases and diabetes. Molecules, v. 22, n. 1, jan. 2017.

RITSCHEL, P.S.; QUECINI, V. Suco de Uva. Embrapa Uva e Vinho. In: Uma pitada de biodiversidade na mesa dos brasileiros. Brasília, DF, 2014. p. 156.